POESIFICADA
Salvem as estrelas, gritava a moça. Salvem as estrelas, insistiu.
Amsterdã precisa delas, o mundo precisa delas. Mas ninguém dava a mínima atenção. Pelo contrário, olhavam-na com desprezo.
Já eu a olhava intrigado, o que que ela queria dizer? Uma metáfora?
Não havia entendido e odiava não entender. Até perceber a luz que irradiava da moça, era a luz de uma estrela, uma estrela na terra.
Entendi a mensagem que ela tentava passar a diante, e num grito uníssono completei sua frase: “SALVEM AS ESTRELAS”.
E quando fiquei ao lado da moça, do outro lado da situação.
Percebi como a humanidade era fria e indiferente. E então uma tristeza profunda me atingiu quando me dei conta de que sem essas estrelas na terra, mais cedo ou mais tarde voltaremos a ser escuridão.

Amsterdã, 1957.  (via serenaste)

Pela fé você irá muito além do que os teus olhos podem ver.

Jamilly  (via questionarei)

693 notes reblog

mending4:

Todos os direitos reservados a Sid Black 


27 notes reblog

uncorp:

  Visit my tumblr 


Tudo é transitório
A beleza esvaece
A neve se dissipa
As flores perdem as suas pétalas
Mas o amor transcende o tempo
O amor gera vida além da vida.

Aquarelismo. (via aquarelismo)

915 notes reblog

Seja bem vindo, Outubro. Que seja um mês abençoado, acolhedor e vitorioso. Que traga coisas boas e muita felicidade, Amém.


137 notes reblog

99% da minha timidez é por causa da minha feiura.


Quero um coração como o de Jó. Que tudo suportou. Que teve fé. Que confiou. Que teve paciência e não desistiu.

Coração de Jó (via projetodedeus)